domingo, 4 de junho de 2017

A SORDIDEZ CURITIBANA

Feicibuqui do Francisco Costa




O jornalista Lauro Jardim é hoje de leitura obrigatória, e isso porque tem informantes quentíssimos no Judiciário, tanto em Brasília quanto em Curitiba.

Como sabemos, o ex Ministro Antônio Palocci está negociando, com o Ministério Público Federal e Moro, o benefício da delação premiada.

Palocci já se propôs a desmontar toda a roubalheira no sistema financeiro, apontar quadrilhas estatais a serviço das grandes empresas, fazer um estrago maior do que o já feito até agora, contra a corrupção.

Segundo Lauro Jardim, Dalagnol e Moro recusaram: só dão o benefício da delação premiada se Palocci falar alguma coisa que coloque Lula na cadeia.


A décima terceira vara da Justiça Federal, em Curitiba, é um Nuremberg ao contrário, nazista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são como afagos no ego de qualquer blogueiro e funcionam como incentivo e, às vezes, como reconhecimento. São, portanto muito bem vindos, desde que resvestidos de civilidade e desnudos de ofensas pessoais.
As críticas, mais do que os afagos, são benvindas.