terça-feira, 6 de agosto de 2013

Deu no jornal israelense Haaretz

Sanguessugado do Bourdoukan

 

          Testes de DNA revelam raízes judaicas de Hitler

O homem que odiava os judeus tinha descendência judaica.

E também africana.

A informação é do jornal israelense Haaretz.

O jornal esclarece que a descoberta foi feita a partir do trabalho de geneticistas, que identificaram grupos de cromossomos denominados haplogrupos – “impressões digitais genéticas”.

O estudo foi publicado na Bélgica pela revista Knack, que localizou parentes de Hitler na Áustria, terra natal do Fuhrer, e nos Estados Unidos.

"Os resultados deste estudo são surpreendentes", disse Ronny Decorte, geneticista entrevistado por Knack.

O haplogrupo dominante de Hitler, E1b1b, é relativamente raro na Europa Ocidental - mas não é incomum entre 25 por cento de gregos e sicilianos que aparentemente adquiriram os genes da África.

Já entre os africanos, o grupo dominante é de tribos berberes do Marrocos, Argélia, Tunísia e Somália, com o percentual de 50 a 80 por cento.

O mais extraordinário, ainda de acordo com os geneticistas, é que o haplogroup dominante em Hitler é o segundo mais comum em judeus Ashkenazi.

Por enquanto, em Israel, o silêncio é sepulcral.

A verdade é que para os historiadores isso não chega a ser surpreendente, pois sempre houve controvérsias sobre o clã de Hitler.

Quanto à ideologia racista do nazismo, basta ver o comportamento dos governantes sionistas de Israel.

Até muro para segregar os semitas palestinos eles construíram.

Clique em "http://www.haaretz.com/jewish-world/dna-tests-reveal-hitler-s-jewish-and-african-roots-1.309938 para ler, em inglês,  a matéria do jornal israelense Haaretz.

O Telegraph destaca também a ascendência judaica de Hitler

O Telegraph da Inglaterra, depois de relatar que Hitler possuiria ascendência judaica, informa que ele seria filho ilegítimo, produto de um encontro amoroso entre Maria Schickelgruber e Frankenberger, um jovem judeu de 19 anos.

A informação do Telegraph não difere muito do Haaretz, mas quem estiver interessado pode ler o jornal britânico em http://www.telegraph.co.uk/history/world-war-two/7961211/Hitler-had-Jewish-and-African-roots-DNA-tests-show.html
Agora eu entendo porque os governantes de Israel odeiam tanto os palestinos.
Os palestinos são semitas e os israelianos ( governantes arianos de Israel ) nada mais fazem do que completar o serviço que os nazistas iniciaram.
Pobre humanidade!...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são como afagos no ego de qualquer blogueiro e funcionam como incentivo e, às vezes, como reconhecimento. São, portanto muito bem vindos, desde que resvestidos de civilidade e desnudos de ofensas pessoais.
As críticas, mais do que os afagos, são benvindas.