quinta-feira, 28 de julho de 2011

"TÁ TUDO DOMINADO"

Via Jornal O Rebate

Laerte Braga

O mundo cristão, ocidental e democrático transformou sua figura central, Jesus Cristo, em ariano, de olhos azuis. Cristo nasceu na Palestina e era originalmente judeu. Renegou o judaísmo quando percebeu que o negócio se dava em torno de juros sobre o capital e expulsou os vendilhões do templo.

Voltaram. Diversificaram os “negócios”, mas ainda tomam conta dos juros. Se abrigam num estado inventado pelos aliados ao final da 2ª Grande Guerra para o controle do Oriente Médio, o petróleo principalmente.

E além dos juros são os principais acionistas dos Estados Unidos. Por via das dúvidas estão montados em bases militares repletas de armas nucleares. Há indicativos que os nazi/sionistas – um câncer difícil de ser extirpado – tentem atacar o Irã em novembro.

O duro é que o terrorista norueguês é branco, católico e pró-Israel.

Considera os muçulmanos sujos e nocivos a Europa.

Não percebeu que esse negócio chamado Europa acabou. A Ocidental é propriedade de ISRAEL/EUA TERRORISMO S/A e a Oriental grande exportadora de máfias para o Ocidente.

Não existe esse trem mais. Organismos sem mandatos populares colocaram a Grécia num liquidificador e pronto. Liquifez-se. Vão fazer o mesmo com a Espanha e a Itália.

Judiação pura.

O suporte, as estruturas, estão no poder nuclear e na mídia dominada pelo nazi/sionista Rupert Murdoch – tem parcerias no Brasil desde a emenda FHC que permitiu capital estrangeiro nas telecomunicações –.

David Cameron quando falou no fim do multiculturalismo estava estimulando esse tipo de prática, tiro ao alvo a muçulmanos e aliados.

Deve imaginar que governa a Grã Bretanha, ilha que hoje é conhecida como Micro-Bretanha. Sua maior atração turística é a rainha conservada em formol e um sobrevivente do nazismo, o príncipe consorte, Phillip.

Charles não. Toma sorvete com a testa. É casado apropriadamente com a duquesa de Cornualha.

O governo do extinto estado do Espírito Santo, quadrilha para ninguém botar defeito, comprou um carro blindado, estilo caveirão, para reprimir professores, estudantes, trabalhadores de um modo geral.

Paulo Hartung pode. Sabe o segredo do cofre, continua com a chave, manda e desmanda na dupla de banana que ocupa o palácio dito do governo.

Governos estaduais brasileiros estão enviando policiais aos EUA para “melhor formação”, recebem recursos norte-americanos para suas PMs organizações terroristas que acabam virando filme, caso do BOPE – BATALHÃO DE OPERAÇÕES ESPECIAIS -, caso do Rio. Esse “operação especiais” é achaque, chantagem, tortura, assassinato.

Os caveirões estão aptos a desmanchar protestos de trabalhadores que teimam em incomodar elites e donos do poder.

Combater o tráfico de drogas? Tinha que começar a prender nos palácios.

É o mingau comido pelas beiradas, breve mariners ditando ordens dentro do Brasil. A presidente está acometida de cegueira e não consegue enxergar nem Nelson Jobim, que dirá Moreira Franco, rato escondido na Secretaria Nacional de Assuntos Estratégicos.

Como diz Celso Amorim, “complexo de vira latas”.

A turma do tira os sapatos, tira as calças, tira tudo e grita em uníssono GO SAVE THE AMERICA.

Se houver resistência passam o caveirão, produto norte-americano/israelense desenvolvido para mostrar quem de fato manda.

“Tá tudo dominado”.

De quebra o general Heleno rosnando contra Raposa Reserva do Sol, na mentira da BANDEIRANTES. Uma GLOBO anã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são como afagos no ego de qualquer blogueiro e funcionam como incentivo e, às vezes, como reconhecimento. São, portanto muito bem vindos, desde que resvestidos de civilidade e desnudos de ofensas pessoais.
As críticas, mais do que os afagos, são benvindas.