terça-feira, 31 de agosto de 2010

Porque tantas favelas paulistas pegam fogo?

Sanguessugado do Tijolaço

Coincidência, de novo, é fogo na favela

Mas como pega fogo em favela em São Paulo!

Semana passada falei aqui sobre a sucessão de incêndios em São Paulo.  E publiquei uma lista de links que registravam cinco ocorrências destas em favelas, em apenas um mês.

E hoje mais dois incêndios atingiram favelas de São Paulo. Na madrugada, um prédio abandonado que fazia parte da antiga indústria Matarazzo pegou fogo no interior da favela do Moinho, na região central de São Paulo.

E agora à noite, um novo incêndio atinge uma favela no Jaguaré, zona oeste da capital paulista, destruindo dezenas de barracos.Na semana passada foram quatro incêndios em favelas.

As imagens tomadas de helicópteros e as notícias rápidas, desvinculadas umas das outras, não dão a dimensão real dessa tragédia, em que pessoas pobres perdem o pouco que têm e precisam recomeçar suas vidas do zero, com imensa dificuldade.

Acho que pela coincidência, o caso mereceria uma investigação. Como começou cada um desses incêndios? O que têm em comum? O que foi feito dos moradores? O que será construído na área ocupada?

Nossa valorosa imprensa, cujo poder investigativo estamos vendo todos os dias, bem que poderia dar atenção a isso. Ou pobre não interessa?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são como afagos no ego de qualquer blogueiro e funcionam como incentivo e, às vezes, como reconhecimento. São, portanto muito bem vindos, desde que resvestidos de civilidade e desnudos de ofensas pessoais.
As críticas, mais do que os afagos, são benvindas.